terça-feira, 19 de julho de 2011

Frases de Mário Quintana

Mário de Miranda Quintana foi um poeta, tradutor e jornalista brasileiro. Nasceu em Alegrete na noite de 30 de julho de 1906 e faleceu em Porto Alegre, em 5 de maio de 1994.

Frases

"O segredo é não correr atrás das borboletas... É cuidar do jardim para que elas venham até você."

"A amizade é um amor que nunca morre."

"Um bom poema é aquele que nos dá a impressão de que está lendo a gente, e não a gente a ele."

"Nunca me dê o Céu... Quero é sonhar com ele na inquietação feliz do Purgatório."

"As reticências são os três primeiros passos do pensamento que continua por conta própria o seu caminho." 

"Amar é mudar a alma de casa." 

"A mentira é uma verdade que se esqueceu de acontecer." 

"O que mata um jardim não é o abandono. O que mata um jardim é esse olhar de quem por ele passa indiferente."

"Os verdadeiros analfabetos são aqueles que aprenderam a ler e não lêem. 

"Com o tempo, não vamos ficando sozinhos apenas pelos que se foram: vamos ficando sozinhos uns dos outros." 

"O pior dos problemas da gente é que ninguém tem nada com isso."

"O tempo não pára! Só a saudade é que faz as coisas pararem no tempo..."

"Se me esqueceres, só uma coisa, esquece-me bem devagarinho."

"Tão bom morrer de amor e continuar vivendo."

"A maior dor do vento é não ser colorido."

"Quem não compreende um olhar, tampouco compreenderá uma longa explicação."

"O amor só é lindo, quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser."

"As pessoas não se precisam, elas se completam... não por serem metades, mas por serem inteiras, dispostas a dividir objetivos  comuns, alegrias e vida..."

"Eu não tenho paredes. Só tenho horizontes."

Nenhum comentário:

Postar um comentário